quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Final da Copa Acorlaf de Duathlon 2014

 Adriana campeã da Copa de Duathlon 2014
Daniel venceu 2 das 3 etapas se sagrou-se campeão da Copa de Duathlon

Aconteceu dia 19 de outubro a 3ª e última etapa da Copa Acorlaf de Duathlon, cerca de 100 atletas estiveram presente na competição em busca de pontos para o fechamento da disputa e alguns novos atletas vieram para conhecer o evento pela primeira vez.
Um forte calor que vem castigando todo o Brasil se fez presente no dia da prova e mesmo sendo horário de verão os atletas não tiveram vida fácil pois o calor e clima seco foi um grande diferencial para o resultado final da disputa, novamente o percurso se repetiu sendo 4km de corrida, 12km de bike e mais 2km de corrida, em um circuito de nível técnico considerado fácil por todos os participantes, a organização optou por fazer um circuito bem simples para beneficiar os iniciantes.
Na prova a briga do dia pelo primeiro lugar geral mais uma vez foi entre atletas da categoria revezamento e o campeão brasileiro de duathlon Daniel Gomes, uma dupla da cidade de Contagem marcou presença na disputa e Daniel teve muito trabalho para perseguir e vencer esta equipe pois logo no início da prova eles criaram uma pequena vantagem.
"Correr contra equipes de revezamento é sempre muito difícil, pois existe sempre um dos atletas descançado para iniciar seu trecho da prova, eles também não fazem nenhum tipo de transição não tem que trocar a sapatilha pelo tênis e vice versa assim nós do individual acabamos perdendo preciosos segundos sendo esta a maior vantagem deles, por outro lado correr contra equipes nos faz apertar o ritmo ainda mais para tentar a vitória, fiz isso mais uma vez e sai vitorioso da disputa" assim narra Daniel Gomes que venceu duas das três etapas do campeonato.
No feminino Adriana Silva veio crescendo durante as três etapas e nesta conseguiu a vitória na prova e consequentemente no campeonato, comemorando com muita vibração mais um bom resultado na temporada 2014.
Por fim o atleta Ernani de Souza que não competiu mas estava trabalhando efetivamente na organização foi o grande homenagiado da Acorlaf na competição é recebeu uma placa comemorativa das mãos do presidente da Acorlaf José Luiz de Almeida Machado e do Amigo Wesley Assis Gomes.
 
Albúm de fotos aqui 
Resultado da etapa aqui

Desafio de São Pedro 2014

Vem ai a corrida mais tradicional da região!
DESAFIO DOM PEDRO II 23 de Novembro inscrições abertas!
http://www.assessocor.com.br/Evento/1632/DESAFIO+CORRIDA+E+CAMINHADA+DE+SAO+PEDRO.aspx
 

Desafio das Matas 2014


segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Maratona de Buenos Aires 2014, atleta da Acorlaf foi o melhor Brasileiro

Duathleta, ciclista e também maratonista, Ernani de Souza vem se mostrando ser um atleta extremamente competente em todas as modalidades que tem passado, no último domingo o atleta disputou a 30ª edição da Maratona de Buenos Aires na capital Argentina e conquistou uma importante colocação, Ernani foi o 11ª atleta geral a cruzar a linha de chegada e além deste resultado importante foi ainda o 1º dos 750 brasileiros que completaram a prova.
Fui para Buenos Aires com desejo de fazer uma grande prova, tinha total conciência que seria difícil bater meu recorde pessoal nesta distância devido há aguns problemas pessoais que tive no final da preparação de qualquer forma sabia que poderia conseguir um resultado bom. Assim relata Ernani.
A Maratona de Buenos Aires há alguns anos passou a ser a maior maratona da América do Sul sendo que este ano bateu o recorde de inscritos, foram 10335 e destes, 7967 completaram a prova.
A largada da grande multidão aconteceu as 07h30min e logo as ruas e avenidas foram tomadas por corredores de vários países, alguns em busca de performance, outros queriam apenas confraternizar e estar fazendo parte de uma grande festa, no final todos foram vencedores é o sentimento de satisfação por completar mais uma maratona, fazer bem a sua estreia era visível no rosto de todos os corredores.
Ernani por sua vez completou a prova com tempo de 2:35:38" sendo este seu tempo bruto, ou seja, aquele contado a partir do tiro de largada. Depois do excelente resultado na Argentina Ernani irá tirar alguns dias de folga dos treinos, mas ainda no mês de outubro inicia sua preparação para um desafio ainda maior, em fevereiro de 2015 Ernani voltará a Argentina para disputar o El Cruce Columbia 2015 uma corrida de montanha de 100 km em 3 dias, esta também é uma prova internacional que tem a participação de corredores de várias partes do mundo e o Lafaietense pretende ser destaque e tentar a conquista de seu primeiro pódio em uma prova no exterior.
Por fim Ernani agradece seus patrocinadores Clube Recreativo Dom Pedro II, Unimed Conselheiro Lafaiete, CHB, Renan Arnoni Studio Personal, Plastipel Embalagens, Tênis Skechers, Motorex Lubrificantes e aos meios de comunicação pela divulgação de seus resultados.
Resultado da prova e outras informações você pode conferir neste link http://maratondebuenosaires.org/pt/

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

O 4º colocado que virou campeão, fique de olho no regulamento.

Adnan Taess Akkar iraque atletismo (Foto: AFP)

Fonte: globoesporte.com
Após terminar em quarto, iraquiano herda ouro e quebra longo tabu
Há 34 anos, um velocista do Iraque no subia no lugar mais alto do pódio nos Jogos Asiáticos. Fato aconteceu depois de desclassificação dos três primeiros colocados
Adnan Taess Akkar durante a chegada, antes de saber que era o vencedor (Foto: AFP)
Um longo tabu foi quebrado na última quarta-feira na prova dos 800 metros rasos masculino dos Jogos Asiáticos de Incheon, na Coreia do Sul. 
Após 34 anos, um iraquiano levou a medalha de ouro na competição. E ela veio de maneira inusitada. Inicialmente, Adnan Taess Akkar sequer subiria ao pódio, pois terminou a prova na quarta posição. Entretanto, os três primeiros colocados foram desclassificados pela organização do campeonato, fazendo com que a vitória caísse em seu colo.
Mohammed Abdulaziz, da Arábia Saudita, foi o vencedor, mas perdeu a medalha dourada por obstruir um rival durante a última volta da prova. Já Musaeb Balla, do Catar, e Abraham Kipchirchir, do Barein, segundo e terceiro colocados respectivamente, foram penalizados por trocarem de raias antes do prazo permitido. Eles tentarão protestar junto à comissão do evento, mas não tiveram êxito.
Akkar considerou a decisão dos comissários acertada.
- Os meu três rivais são muito bons, mas cometeram falhas e essas falhas são contra a regra - declarou.
AGORA VEM A MINHA PERGUNTA, VOCÊ TEM CONHECIMENTO DOS REGULAMENTOS DAS COMPETIÇÕES QUE VOCÊ DISPUTA ?