quinta-feira, 28 de julho de 2016

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Marilson pretende se despedir das corridas nas olimpíadas do Rio



O dia 21 de agosto será uma data histórica para o esporte brasileiro. Além de ser o encerramento da primeira olimpíada no País, marcará a despedida oficial de Marilson Gomes dos Santos das corridas. O principal corredor do Brasil na atualidade disputa a maratona olímpica no Rio e espera uma grande atuação, antes da aposentadoria. O objetivo é melhorar o resultado dos Jogos de Londres, onde foi o quinto colocado.


O bicampeão da emblemática Maratona de Nova Iorque e dono de inúmeras conquistas, inclusive o hexa nos 10 KM Tribuna FM, não esconde a ansiedade para sua última grande disputa. Espero fazer uma grande prova e representar o País da melhor maneira possível”, afirma o atleta, destacando como grande dificuldade os rivais do continente africano. A expectativa é pelo equilíbrio durante a disputa.

“É duro. A maratona olímpica é muito mais difícil do que as outras. O nível tende a dar uma equilibrada. Espero que não esteja muito rápida e que possa ter a chance de brigar pelas primeiras colocações, melhorar meu resultado da última olimpíada”, comenta. “Estou treinando normalmente, fazendo o que tenho de fazer. Não estou sentindo nenhum tipo de lesão, o que é o mais importante. Dando sequência no trabalho”, acrescenta.

O fator “casa” também pode ser seu aliado na busca pela medalha. “Principalmente na maratona, que tem momentos que passamos por certas dificuldades e esse apoio moral, que vem de fora, incentivando, torcendo, faz a diferença. E tenho certeza de que o brasileiro vai dar conta do recado, apoiar”, diz Marilson, reforçando a sua decisão de encerrar a carreira nesta prova.

“É definitiva. É a minha última prova. Vou dar o máximo que eu puder e espero fazer uma grande competição. O que depender de mim, vou com toda a garra possível”, crava o corredor, que ainda na Olimpíada quer acompanhar de perto a sua esposa, Juliana dos Santos, nos 3000 metros com obstáculos. “Como ela vai competir logo nos primeiros dias e minha prova é a última, vamos nos apoiar”, conta.

SANTOS – Em sua trajetória vitoriosa, Marilson tem um carinho especial pelos 10 KM Tribuna FM. “Foi a prova que eu comecei a aparecer no atletismo a nível nacional mesmo. Foi a primeira prova. Eu lembro que fui terceiro colocado naquela ocasião e pensei: Opa! Estou chegando”, destaca, lembrando de sua estreia, em 2000. “E comecei a dar o meu recado”, ressalta o atleta, pódio em dez edições, com seis títulos e até mesmo recorde.

“Tenho carinho especial pela prova, pelas pessoas de Santos. Afinal, a Juliana é de Cubatão, é da Baixada Santista. Sempre que eu podia participar, fazia questão de estar. Porque é uma prova muito bem organizada, muito legal, as pessoas na rua. É uma corrida que se aproxima muito das que temos nos EUA. Sempre gostei de correr, pela organização, por tudo eu a prova oferece e pelas pessoas na torcida”, elogia.

O comparativo com a Maratona de Nova Iorque pela participação popular enfatiza ainda mais a força da prova em Santos. “Tem alguma coisa a mais. Não sou eu só que falo isso. É a opinião de todos. O percurso é muito bom”, enaltece Marilson, acreditando que no futuro a família deva estar novamente representada. “Vamos ver quando a Juliana vai poder fazer a estreia. Já está correndo 5 mil. Antes era 800 e 1.500. Expectativa é que faça provas de rua e queremos que ela participe, por ser da Baixada. Seria a prova ideal”, completa.

FONTE: Divulgação

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Nossa seleção Brasileira nas Olimpíadas 2016

Anúncio da convocação da seleção olímpica (Wagner Carmo/CBAt)

03|07|2016 - 16:26 | Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Atletismo

São Bernardo do Campo - Depois da disputa do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, encerrado no início da tarde deste domingo (dia 3), na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo (SP), a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) divulgou a lista dos 66 atletas convocados para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. Serão 36 homens e 30 mulheres na maior delegação da história.

"Conseguimos o nosso primeiro objetivo, que era qualificar o maior número possível de atletas. Vamos continuar trabalhando para preparar da melhor maneira possível os atletas para a Olimpíada", disse Antonio Carlos Gomes, superintendente de Alto Rendimento da CBAt. "Outra vitória, com a parceria do Comitê Olímpico do Brasil (COB), foi inscrever 11 oficiais técnicos", comentou.

O maior número de atletas que já participaram de uma Olimpíada ocorreu em 1996, em Atlanta, quando o Brasil levou 42 representantes.

O presidente da CBAt José Antonio Martins Fernandes disse que apoia de todas as formas os atletas, inclusive atendendo os pedido de seus treinadores pessoais. "Isso permitiu que formássemos agora a nossa maior seleção olímpica", comentou.

Adriana Behar, representante do COB, participou da entrevista coletiva da divulgação da delegação olímpica, feita na Arena Caixa, local da disputa do Troféu Brasil. A tabulação foi feita no estádio e a novidade foi o fechamento dos integrantes dos revezamentos masculinos e femininos dos 4x100 e dos 4x400 m.

Os atletas convocados

Masculino

Vitor Hugo dos Santos (BM&FBovespa) - 100 m - 200 m - 4x100 m
Aldemir Gomes Junior (Vasco da Gama) - 200 m - 4x100 m
Jorge Henrique Vides (Brasil Foods/ILF) - 200 m - 4x100 m
Bruno Lins (CT Piauí) - 200 m (R) - 4x100 m
José Carlos Moreira (CT Piauí) - 4x100 m
Ricardo Mário de Souza (BM&FBovespa - 4x100 m
Hederson Estefani (Pinheiros) - 400 m - 400 m com barreiras - 4x400 m
Pedro Burmann (Sogipa) - 4x400 m
Hugo Balduino (BM&FBovespa) - 4x400 m
Peterson dos Santos (Pinheiros) 4x400 m
Lucas da Silva Carvalho (Orcampi Unimed) - 4x400 m
Alexander Russo (BM&FBovespa) - 4x400 m
Lutimar Paes (BM&FBovespa) - 800 m
Kleberson Davide (Pinheiros) - 800 m
Thiago André (BM&FBovespa) - 1.500 m 
João Vitor de Oliveira (Pinheiros) - 110 m c/barreiras
Eder Souza (Orcampi Unimed) - 110 m c/barreiras
Mahau Suguimati (GR Barueri) - 400 m c/barreiras
Marcio Teles (Orcampi Unimed) - 400 m com barreiras
Altobeli Silva (ASA São Bernardo) - 3.000 m c/obstáculos 
Talles Frederico Silva (Pinheiros) - salto em altura
Higor Silva Alves (GR Barueri) - salto em distância
Thiago Braz (Orcampi Unimed) - salto com vara 
Augusto Dutra de Oliveira (BM&FBovespa) - salto com vara
Darlan Romani (BM&FBovespa)- arremesso do peso
Wagner Domingos (BM&FBovespa) - lançamento do martelo
Julio Cesar de Oliveira (BM&FBovespa) - lançamento do dardo
Luiz Alberto de Araújo (BM&FBovespa) - decatlo
Caio Bonfim (CASO) - 20 km marcha - 50 km marcha
José Alessandro Bagio (AABLU) - 20 km marcha
Moacir Zimmermann (AABLU) - 20 km marcha
Jonathan Rieckman (AABLU) - 50 km marcha
Mário José dos Santos (BM&FBovespa) - 50 km marcha
Marilson Gomes dos Santos (BM&FBovespa) - maratona
Paulo Roberto de Almeida (LUASA) - maratona 
Solonei Rocha da Silva (Orcampi Unimed) - maratona 

Feminino

Rosangela Santos (Pinheiros) - 100 m - 200 m - 4x100 m
Ana Claudia Lemos - 100 m - 200 m (R) - 4x100 m
Franciela Krasucki (Pinheiros) - 100 m - 4x100 m
Vitória Cristina Rosa (EMFCA) - 200 m - 4x100 m
Kauiza Venâncio (Pinheiros) - 200 m - 4x100 m 
Bruna Farias (Pinheiros) - 4x100 m
Geisa Coutinho (Orcampi Unimed) - 400 m - 4x400 m
Jailma Lima (BM&FBovespa) - 400 m - 4x400 m
Tabata Vitorino (AA Maringá) - 4x400 m
Letícia Cherpe de Souza (BM&FBovespa) - 4x400 m
Joelma das Neves Sousa (Pinheirosw) - 4x400 m
Cristiane dos Santos Silva (APAAB) - 4x400 m
Flavia Maria de Lima (ASA São Bernardo) - 800 m
Tatiele Roberto de Carvalho (Orcampi Unimed) - 10.000 m
Fabiana Moraes (Pinheiros) - 100 m c/barreiras
Maila Paula Machado (EC Rezende) - 100 m c/barreiras
Juliana Paula dos Santos (BM&FBovespa) - 3.000 m c/obstáculos 
Fabiana Murer (BM&FBovespa) - salto com vara
Joana Ribeiro da Costa (Pinheiros) - salto com vara
Keila Costa (BM&FBovespa) - salto em distância - salto triplo
Eliane Martins (Pinheiros) - salto em distância
Nubia Aparecida Soares (BM&FBovespa) - salto triplo
Geisa Arcanjo (Pinheiros) - arremesso do peso 
Andressa Morais (Pinheiros) - lançamento do disco
Fernanda Borges (BM&FBovespa) - lançamento do disco
Erica Rocha de Sena (Orcampi Unimed) - 20 km marcha 
Cisiane Dutra Lopes (AASD) - 20 km marcha 
Adriana Aparecida da Silva (Pinheiros) - maratona 
Marily dos Santos (Veteranos) - maratona
Graciete Moreira Santana (Cruzeiro/Caixa) - maratona

Comissão técnica

Chefe - Warlindo Carneiro da Silva Filho
Treinador chefe - Ricardo DAngelo
Treinadores - Adauto Domingues, Carlos Cavalheiro, Clodoaldo do Carmo, Edmar Santos, Elson Miranda, Evandro Lazari, João Sena, João Paulo Alves da Cunha, Neilton Moura, Rogério do Carmo, Vitaly Petrov.
Médico - Warlindo Carneiro Neto
Fisioterapeutas - Rodrigo Iglesias e Marco Vitullo
Massoterapeuta - Jorge Antonio Lima

São Silvestre 2016, inscrições abertas


Inscrições para a 92ª Corrida de São Silvestre custará R$ 160,00
O ano esportivo nacional em 2016 terminará da melhor maneira possível. No dia 31 de dezembro acontecerá a 92ª Corrida Internacional de São Silvestre, a principal corrida de rua da América Latina. As inscrições para a prova, com 15 km por ruas e avenidas da capital paulista começaram nesta quinta-feira, dia 7 de julho, com término previsto para 30 de outubro. Se o limite de 30 mil corredores for atingido, as inscrições serão encerradas automaticamente, conforme regulamento. Os atletas interessados em participar poderão se inscrever pelo site www.saosilvestre.com.br.
O valor para o pelotão geral é R$ 160,00.

A retirada do kit e do chip acontecerá nos dias 27, 28 e 29 de dezembro das 9h às 19h, e no dia 30 de dezembro, das 9h às16h, no Ginásio Estadual Geraldo José de Almeida - Rua Manoel da Nóbrega, 1361, em São Paulo. O atleta deverá comparecer pessoalmente. Para retirada por terceiros, verificar o regulamento da prova no site oficial do evento.

A programação no dia da prova começará cedo. O pelotão de elite feminino terá sua largada às 8h40. Logo em seguida, às 9h, será a vez do pelotão de elite masculino, pelotão especial (masculino e feminino) e atletas em geral. Cadeirantes e atletas com deficiência terão seus horários definidos posteriormente.

O percurso de 15 km passa por alguns dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo, com largada na Avenida Paulista, altura da rua Frei Caneca, e chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero.

Idealizada pelo jornalista Cásper Líbero no ano de 1924, a prova chega a sua 92ª edição sem interrupção. Ele foi realizada até mesmo durante a Revolução Constitucionalista de 1932 e a II Guerra Mundial.

Mais informações no site www.saosilvestre.com.br

3ª Corrida e Caminhada dos Trabalhadores - SINTRACC


3ª Corrida e Caminhada dos Trabalhadores
Premiação em dinheiro, percurso inédito e muita diversão!
Dia 04 de setembro de 2016
Vagas limitadas!

terça-feira, 21 de junho de 2016

Meia Maratona de Juiz de Fora

A corredora Erika Maria José Vieira esteve em Juiz de Fora no último dia 19 de junho disputando a 5ª Meia Maratona de Juiz de Fora e confirmando a boa fase a atleta venceu a disputa de ponta a ponta.
Com um pouco mais de 1000 inscritos em uma manhã de clima agradável para a corrida os atletas fizeram grandes disputas pelas ruas e avenidas de Juiz de Fora, no caso da categoria feminina a atleta Lafaietense foi literalmente "caçada" pelas adversárias, Erika nos últimos meses tem se encontrado frequentemente com as atletas de Juiz de Fora e sempre tem levado vantagem, desta vez não foi diferente e a atleta conseguiu vencer suas adversárias mais uma vez.
Erika fará uma semana de treinos leves pois no próximo domingo estará em Goiânia disputando mais uma etapa do ranking brasileiro de corridas de rua onde ocupa atualmente a 8ª posição
Outros Lafaietenses também estiveram participando da corrida em Juiz de Fora são eles Keyson Rodrigo, Paulo Domingos e Fabrício Jackson.
Resultado oficial da prova clique aqui


terça-feira, 26 de abril de 2016

Circuito do Fogo 2016



Caro Atleta

Muitos atletas reclamam que o preço das inscrições para as corridas de rua em Minas Gerais Estão Muito Caro.

No dia 09 de abril de 2016 abrimos as inscrições para a 7ª Edição do Circuito do Fogo – Edição “Medalha Auto Bomba de Combate a incêndios”, que será realizada no dia 17 de julho de 2016 na praça nova da Pampulha nas distâncias de 8k de corrida e 3k de caminhada a um valor de 1º lote de R$ 45,00.
Gostaríamos que fizesse sua inscrição ainda no primeiro lote de forma que você não pagasse o valor de 2º Lote que será de R$ 60,00  a partir de 01 de maio de 2016.

Valorize o preço acessível, click no link a seguir e se inscreva: 
http://www.circuitodofogo.com.br/inscricao
 
- R$ 15.000,00 (quinze mil reais) em prêmios;
- Sorteio de brindes para todos os participantes;
-  Medalha “ Os 100 melhores” para os cem primeiros que cruzarem a linha de chegada nos 8km;
- Sacochila;
- Camisa ADIDAS;- Medalha de participação: auto-bomba de combate a incêndios.

Aguardamos sua participação,

Grande abraço. 
Coordenação - Circuito do Fogo 2016

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Vai começar o Ranking Brasileiro de Corridas de Rua 2016



Erika será mais uma vez nossa representante no ranking brasileiro
São Paulo - As inscrições para a etapa de abertura do Ranking CAIXA CBAt de Corredores 2016 continuam abertas. A Meia Maratona Caixa de Brasília será disputada no dia 10 de abril, no Distrito Federal, com largada prevista para as 08 horas no Eixão Norte, altura do 105/205, segundo os organizadores da competição.

Pelo regulamento do Ranking, 19 provas contarão pontos para indicar os 20 atletas - 10 no masculino e 10 no feminino - que integrarão o Programa Nacional CAIXA de Apoio a Corredores de Elite de 2017. Novas etapas, porém, podem ser incluídas.

As inscrições para a Meia Maratona Caixa de Brasília poderão ser feitas até o meio-dia do dia 06 de abril ou até que se esgotem as vagas. Mais informações podem ser obtidas no site da competição:http://www.meiamaratonacaixabrasilia.com.br/

Todas as provas do Ranking são indicadas pela Caixa Econômica Federal, patrocinadora oficial do Atletismo brasileiro, e contam com organização independente. Como em todos os anos, o Ranking será encerrado com a disputa da tradicional Corrida Internacional de São Silvestre, no dia 31 de dezembro, em São Paulo.

As 19 etapas de 2016
10/04 - Meia Maratona Caixa de Brasília
24/04 - Maratona de São Paulo
14/05 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Uberlândia (MG)
22/05 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Belo Horizonte (MG)
29/05 - Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro
05/06 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Campo Grande (MS)
26/06 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Goiânia (GO)
09/07 - Corrida Internacional 9 de Julho - 15 km - Boa Vista (RR)
31/07 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Recife (PE)
07/08 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Fortaleza (CE)
28/08 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Porto Alegre (RS)
25/09 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Ribeirão Preto (SP)
16/10 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - São Paulo (SP)
16/10 - Meia Maratona do Rio de Janeiro
23/10 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Curitiba (PR)
06/11 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Brasília (DF)
20/11 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Salvador (BA)
04/12 - Volta da Pampulha - 18 km - Belo Horizonte (MG)
31/12 - Corrida de São Silvestre - 15 km - São Paulo (SP)

Quenianos dominam o Mundial de Meia Maratona

Largada da prova masculina (Getty Images/IAAF)

Os quenianos mais uma vez dominaram o Campeonato Mundial de Meia Maratona, disputado neste sábado (dia 26), em Cardiff, no País de Gales, Grã-Bretanha. Eles ganharam tanto na competição individual como por equipes de maneira incontestável.

Geoffrey Kipsang Kamworor venceu a prova masculina, com o tempo de 59:10, seguido de seu compatriota Bedan Karoki Muchiri, com 59:36. O britânico Mo Farah foi o "intruso" no pódio, terminando em terceiro lugar, com 59:59.

No feminino, três corredoras do Quênia entre as melhores: ouro para Peres Jechirchir, com 1:07:31, prata para Cynthia Jerotich Limo, com 1:07:34, e bronze para Mary Wacera Ngugi, com 1:07:54.

O pernambucano Wellington Bezerra da Silva completou a distância de 21,097 km, sob frio de 7 graus, chuva e vento, em 34º lugar, com o tempo de 1:04:43 (sua melhor marca na temporada), entre os 83 corredores que largaram.

Já a paulistana Valdilene dos Santos Silva terminou a prova, que teve 83 corredoras na largada, na 45ª colocação, com 1:14:38, recorde pessoal (o anterior era de 1:15:49). A peruana Gladys Tejeda bateu o recorde sul-americano da distância, com 1:10:14, que lhe garantiu a nona posição.

A classificação por equipes foi a seguinte:

Masculina
1-Quênia - 2:58:58
2-Etiópia - 3:01:16
3-Eritreia - 3:06:18

Feminina
1-Quênia - 3:22:59
2-Etiópia - 3:26:29
3-Japão - 3:32:25

quinta-feira, 31 de março de 2016